26/12/11

Despedida



Eram nove da manhã e a tristeza já era rainha. As lágrimas não paravam de cair  enquanto arrumava as últimas coisas. Desci ao andar de baixo e sentei-me no sofá. Optei por não falar com ninguém, sabia que ao fazê-lo iria começar a chorar e não queria ver as pessoas à minha volta ainda mais tristes. Entre tanto sentá-mo-nos à mesa para tomar o pequeno almoço, senti um “tock-tock”. Estavam a bater à porta. Aquele “tock-tock”, fez-se ouvir mais que uma vez. Enquanto tomava o pequeno almoço, foram chegando diversas pessoas para se despedir. Acabei de tomar o pequeno almoço e sentei-me novamente no sofá, onde já se encontravam amigos e familiares. Mal me sentei, recebi um telefonema, era o meu Tiaguinho. Não podia estar presente, mas queria dar-me uma última palavra antes de eu seguir viagem. Mal comecei a falar com ele, senti uma lágrima a percorrer-me o rosto. Ainda assim, continuei a falar, ou pelo menos a tentar falar com ele, até que cheguei a um ponto, em que só ele estava a falar. Deixou-me inúmeras palavras de força e incentivo (um dia ainda lhe vou agradecer como deve ser por todas as palavras e pelas mensagens lindas que foi mandando), mandou-me um beijinho, disse para ser forte e não chorar, que não tarda o verão estava a bater-nos à porta outra vez e eu iria voltar. Retribuí o beijinho, agradeci-lhe e desliguei. O tempo foi passando, e chegou a hora de me despedir para partir para mais um ano sem todos eles. Com abraços, beijinhos e muitas lágrimas despedi-me de todos eles, amigos e familiares, e fiquei com um aperto no peito ao vê-los ali, lavados em lágrimas e invadidos pela tristeza, que naquele momento era a companhia de cada um. Começou a viagem e lembro-me perfeitamente que chorei desoladamente  Recebi inúmeras mensagens de apoio e repletas de carinho. E hoje cá estou eu, longe de todos eles e a cada dia que passa a saudade é maior. Cada vez mais tenho vontade de apanhar o primeiro avião e ir para junto deles. A cada dia que passa se torna mais complicado aguentar tudo isto, cada vez mais a saudade é rainha. Agora, o que eu mais quero são as férias de verão. Poder voltar a tê-los comigo, é disso que estou mesmo a precisar! Ter de deixar tudo para trás torna-se mais complicado a cada ano que passa. Se pudesse punha fim a esta enorme distância de uma vez por todas...!





23 comentários:

  1. Mas que fantastico :o

    Deixaste-me a chorar e sabes bem porque, sei bem o que é isso tudo.. mas o Verão ade chegar e matarás as saudades :)

    ResponderEliminar
  2. Não tens de agradeceer nada, sempre as ordens ;)

    ResponderEliminar
  3. a verdade é mesmo esssa :')
    obrigada *

    ResponderEliminar
  4. obrigada pela tua opinião fofinha, obrigada mesmo !

    ResponderEliminar
  5. obrigada pelo comentário linda, estava mesmo a precisar e espero que tenhas razão em relação a isso! :)

    ResponderEliminar
  6. pois é isso que eu tenho que fazer! e espero bem que sim o:
    também te estou a seguir :)

    ResponderEliminar
  7. Oh, obrigada, <3
    É esta: http://www.youtube.com/watch?v=7laFQhYHquM&feature=player_embedded

    ResponderEliminar
  8. Oh és um amor <3
    Agora reparei que me fizeste uma pergunta de como eu ponho a música estás a falar do quê querida? não percebi

    ResponderEliminar
  9. Não te consigo mandar por aqui :s

    ResponderEliminar
  10. Eu posso é mandar-te um site que tem uns reprodutores de música, mas aquilo está em inglês (:

    ResponderEliminar

Voltar ao Topo da página
Powered By Blogger | Design by Patrícia Caetano