11/01/13

De mim, para mim


Ela parece uma pessoa confiante, segura de si própria. Usa o sorriso como arma para derrotar aqueles que a magoam, para transparecer a imagem de que é forte e que nada a afecta. Mas a verdade é que muitas vezes esse sorriso não passa de uma máscara. Máscara essa que serve para esconder a tristeza que, por vezes, a acompanha. Ela parece forte, mas tal como qualquer ser humano, tem sentimentos, não tem uma pedra no lugar do coração. Sente as coisas e sofre tanto como qualquer pessoa. Parece dura, mas no fundo é um coração mole! Ela é determinada, mas por vezes fica perdida, sem rumo. Afeiçoa-se muito às pessoas e por vezes sai magoada. Ela já foi magoada, já sofreu desilusões, já sentiu na pele o que é perder alguém de quem se gosta. Sobrevive à distância e vive de saudades de todos aqueles que estão longe. Ela já caiu, mas levantou-se. Provavelmente vai tropeçar inúmeras vezes, mas há-de conseguir sempre reerguer-se. Ela é uma pessoa como outra qualquer. Ela, sou eu!





54 comentários:

  1. Acho que melhor descrição do que esta é impossivel! vais continuar sempre a ter esta força perante tudo aquilo que quer derribar esse sorriso. Força querida :)

    ResponderEliminar
  2. Sim é isso mesmo :D a insegurança dura para sempre :o

    ResponderEliminar
  3. Não precisas de agradecer! Beijinhos ^^

    ResponderEliminar
  4. dá mesmo para ter medo querida :/ obrigada pelo comentário! gosto dos teus textos, escreves muito bem *

    ResponderEliminar
  5. ohhhhh tão querida! Fizeste-me sorrir bastante com o teu comentário.. espero mesmo que consiga. Pois é , o tempo n importa desde que aconteça.

    p.s-escreves muito bem e adoro o post :)

    ResponderEliminar
  6. Has-de conseguir pois :)
    Ando a estudar Comunicação Organizacional, sinceramente não ando a gostar muito. Não gosto muito do tipo de pessoas que lá estão.

    ResponderEliminar
  7. É bem verdade, ainda por cima uma rapariga que tinha sido da minha turma no 9º ano também entrou e acabou por me desiludir, e parece que não me consigo integrar com a maior parte das pessoas, é do género: ou és bonito e social ou não te safas aqui.

    ResponderEliminar
  8. Este texto está muito fiche amor :)

    ResponderEliminar
  9. Eu não queria dizer amor xb não era o sentido de amor, era mais querida xDD

    ResponderEliminar
  10. De nada :b não tens de agradecer já te disse :)

    ResponderEliminar
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  13. Espero que também consigas realizar os teus :)

    de nada linda :))

    ResponderEliminar
  14. Espero que sim. Muito obrigada. Feliz 2013 :)

    ResponderEliminar
  15. oh, eu sinceramente já deixei de dar importancia a isso. A maior parte das pessoas são assim, mas eu tenho muito bons amigos por cá felizmente, o pior é que estamos separados, por causa dos cursos, mas sempre que podemos combinamos qualquer coisinha para estarmos juntos :D

    ResponderEliminar
  16. Be proud of who you are! Adorei o texto :)

    ResponderEliminar
  17. e és fantástica :)
    pois eu também acho... eu também estou cheia de saudades tuas, desculpa ainda nao ter respondido ao teu email mas nao tenho tido tempo nenhum, assim que puder respondo! muitos beijinhos linda

    ResponderEliminar
  18. não podemos, nem devemos deixar nada por dizer. sabe se lá se haverá algum dia oportunidade de resolver o problema.
    obrigada pelo teu comentário.

    ResponderEliminar
  19. A frase desta imagem também está muito fiche :)

    ResponderEliminar
  20. Como estão as coisas aí no Luxembrugo? :b

    ResponderEliminar
  21. Oh, muito obrigada! Pois são, são das melhores pessoas que temos na nossa vida. Assim espero que seja :) Oh, obrigada mais uma vez querida :$
    Tenho várias músicas, mas a primeira é: Labrinth feat Emeli Sande - Beneath Your Beautiful.

    ResponderEliminar
  22. muito obrigada linda! é bom sim :)

    ResponderEliminar
  23. É mesmo, disso podes ter a certeza :) Oh, muito obrigada querida :$ Ora essa, sempre que precisares :b

    ResponderEliminar
  24. Pois, o nosso problema é mesmo. Depois de tudo o que aconteceu, nós nem nos falamos. Andamos na mesma escola, andamos sempre nos mesmo sítios, passamos um por a outra mas a ignorância é sempre a mesma coisa. Eu queria te-la de volta, principalmente quando se trata da minha melhor amiga, mas custa-me acreditar um bocadinho mas ainda não perdi a esperança.

    ResponderEliminar
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  27. Não gosta ela e eu dar o braço a torcer e temos os feitios mesmo iguais e isso é mais complicado ainda. Eu gosto dela, claro que gosto, ela sempre foi a melhor pessoa que tive na minha vida, mas de um momento para o outro, passou de uma certeza pra incerteza. Coisa que nunca pensei que pudesse acontecer, entendes? É mesmo complicado.
    Eu tentei resolver as coisas, mas ela não aceita os meus sentimentos, ela diz sempre que é filmes. E se são filmes para ela, é sinal que não consegue compreender-me e quando é assim, não podemos fazer mais nada. Eu sou sempre obrigada a compreende-la e entender que os meus "ciumes de amizade" não são filmes, mas ela não consegue compreender que é aquilo que eu sinto. Pelo menos podia mudar as coisas, mas não. Amua.

    ResponderEliminar
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  30. Por vezes não queria nada ter feitio igual, pois talvez nesta altura estavamos as duas bem, mas não. Estamos as duas viradas para cada canto sem nos falar. Enfim.
    Enquanto ela não perceber isso, nunca vamos ficar bem. Para ela ser respeitar, tem que respeitar os outros, incluído opiniões e sentimentos e não é isso que ela esta a fazer. Sinto saudades mas não vou atrás dela. Já fui muitas vezes enquanto no meio desta história toda ela só veio uma e desistiu.

    ResponderEliminar
  31. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  32. Pois, mas ela não percebe que tem que respeitar o que lhe digo e o que sinto. Eu estou cansada, juro que estou cansada, mas também tenho que deixar. Não vou desistir, apenas sinto-me cansada para continuar a lutar por uma coisa que me mostra que não vale a pena e quando é assim, prefiro ficar no meu lado. Se ela perceber que esta errar tudo bem, se não perceber, não tenho culpa e não posso fazer mais nada do que já fiz. Sofro com a ausência dela, não sei se ela sofre com a minha, mas também prefiro nem saber. Ela tem acesso ao meu blog, se ela vir o que escrevo para ela, vai perceber.
    Se dá valor ou não, eu não sei, mas a sorte dela é que até agora nunca a deixei. Mas pode ser que um dia a deixe de vez e ai ela perceba que é tarde demais.

    ResponderEliminar
  33. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  34. Enquanto ela não perceber isso, vamos continuar assim, eu não posso fazer mais nada e muito menos, posso obriga-la a tratar-me da mesma forma que em tempos me tratou. Não tenho direito de lhe pedir nada. Mas só queria que ela abrisse os olhos e voltasse, mas parece-me mesmo que vai ser impossível. Não vou lutar, vou deixar estar como estão as coisas sem nunca perder a esperança. Vou ver o que vai acontecer.
    Mesmo que ela leia o meu blog, nunca me vai dizer, nunca mesmo fofinha.

    ResponderEliminar
  35. POis não a posso obrigar, mas espero que ela perceba antes que seja tarde demais. Ela tem que entender que talvez fui durante seis anos a pessoa que mais a protegeu e a pessoa que mais a ajudou. Acredito que ela tem outras amigas, principalmente uma que também ajuda muito, mas eu também estive lá quando ela precisou e ela também esteva comigo quando mais precisei. Mas ela prefere amuar em vez de vir resolver as coisas de uma vez por todas.
    Obrigada querida, as tuas palavras estão ajudar muito e estas a ser uma querida por tires um bocadinho do teu tempo para me ajudar :)
    Também cá estarei para ti.

    ResponderEliminar
  36. Neve?! *-* que giro :) Tudo bem por aqui, se bem que ouvi dizer que temos cá uma crise desde 2008 mas eu também não quero saber XD

    ResponderEliminar
  37. Pelo que li do texto que escreveste, és parecida comigo :)

    ResponderEliminar
  38. És maravilhosa, linda. Obrigada por tudo <3

    ResponderEliminar
  39. Ela não vai perceber, nunca vai perceber o quanto significa realmente para mim e eu não posso obriga-la a nada. Só tenho que esperar, mas um dia esta espera vai levar-me á loucura e vou mesmo acabar por desistir dela, de nós.
    Seis anos, é verdade princesa.
    Obrigada mesmo, tens sido fantástica comigo e a tua opinião sobre este assusto tem sido mesmo fundamental :)

    ResponderEliminar

Voltar ao Topo da página
Powered By Blogger | Design by Patrícia Caetano