10/12/13

Descansa em paz, Avó


Luxemburgo, 10 de Dezembro de 2013
Querida Avó,

Ontem tiraram-te de mim, levaram-te para um lugar longínquo, numa viagem sem regresso. Partiste. E contigo levaste um bocadinho de todos os que cá deixaste. As lágrimas caem quando o assunto és tu. Ninguém está preparado para receber a notícia de que alguém que nos é querido partiu. E eu também não estava. Não houve sequer a oportunidade de proferir uma última palavra, um último beijo. Partiste. E hoje, é um enorme vazio o que sinto dentro de mim. O pai está a ser um guerreiro! Lá se vai aguentando apesar da dor que ele, mais do que ninguém, está a sentir. Eras mãe e uma mãe, mais que qualquer outra pessoa, deixa um sentimento de dor e vazio imenso. Mas o Pai é forte, sempre foi. Tenho a certeza que estás orgulhosa dele, por ser o homem maravilhoso que é. Sabes Avó, a idade era muita, mas ainda assim, eu sabia que no verão te ia encontrar, que estarias à nossa espera e que estarias feliz por nos rever um ano depois. Infelizmente, agora fiquei sem ti, no verão já não estarás à nossa espera como em tempos estiveras. Em Maio, já não terei destinatário para a carta, que todos os anos escrevia e que tu, com uma felicidade imensa, recebias. E agora? Como será daqui para a frente? O Pai lá vai tentando amparar tudo e todos. Mas sei que por dentro está desfeito, por muito adulto que se seja, precisamos sempre da pessoa que nos deu a vida. E o Pai continuava a precisar de ti. Hoje, sinto-me perdida e impotente. Não há nada que possa fazer, tu não voltas. Partiste. Para sempre. Dizem que quando perdemos alguém, esse alguém nunca se vai para sempre, pois viverá eternamente nos corações de todos os que lhe eram queridos. No meu coração tu viverás eternamente, disso eu não tenho dúvida alguma. Mas eu queria ter-te aqui, comigo, fisicamente. Se pudesse trazer-te de volta, acredita que o faria. Mas infelizmente, no Mundo real isso não é possível. Onde quer que estejas, olha por nós, olha pelos teus. Dá-nos força para ultrapassarmos tudo isto. Gosto muito de ti, Avó. Descansa em paz.

Com todo o amor do Mundo e eterna saudade, a tua neta,
Inês Santos
(1917-2013)





44 comentários:

  1. Agora tens a missão de cuidar das pessoas amigas e familiares que ainda estão cá. Um dia todos vamos embora, ninguém fica. Só uns partem mais cedo que outros, é a lei da vida. E vais superar (:

    ResponderEliminar
  2. Também é verdade, tudo tão de repente... mas força! Pensa positivo :D

    ResponderEliminar
  3. Chorei ao ler isto meu amor, juro!
    Lamento tanto e tu sabes bem :/
    Já sabes que estou contigo para qq coisa. Força querida <3

    ResponderEliminar
  4. Nós nunca estamos preparados para perder alguém, mas como dizes a tua avó vai permanecer sempre nas tuas lembranças e principalmente no teu coração. Força querida*

    ResponderEliminar
  5. o texto está excelente e sentido. Sabes bem onde quer que ela esteja,ela está contigo e vai continuar a cuidar de ti,a proteger-te e a olhar por ti. Força!

    ResponderEliminar
  6. arrepiei-me toda quando li o teu texto nem imagino o que estas a sentir deve ser uma dor terrivel :((
    os meus sentimentos e muita força +.+
    bom fim de semana :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. entendo o que estas a passar. Lamento imenso o que aconteceu. Ela estara com certeza orgulhosa de ti. Chorei ao ler. Beijinho *

    ResponderEliminar
  8. r: de nada meu amor! sabes bem que vou esta sempre mas sempre contigo <33

    ResponderEliminar
  9. Ola linda!
    Desculpa a demora, desculpa ter estado distante, mas andei tao ocupada que nem tempo tinha para vir cá :s
    Bem, eu sei que estás a passar um momento muito complicado, mas vai passar. As coisas vão melhorar, ela vai estar sempre contigo! Força princesa, estou a torcer por ti!

    beijinho enormee**

    ResponderEliminar
  10. A morte é das coisas mais dolorosas que existe mas, com força a dor ameniza. E, tenho a certeza de que tua avó está orgulhosa de ti, esteja ela onde estiver.
    r: Bem, ele já não me faz tremer e o sentimento está a morrer. Mas sei bem que sempre que olho para ele, um dos nossos momentos vem-me à cabeça.

    ResponderEliminar
  11. De nada princesa! :)
    espero sinceramente que fiques bem :*
    beijinho enormeeee <3

    ResponderEliminar
  12. Eu sei que sim mas o passado fica para trás :) E sim, é mesmo.
    Não tens que agradecer.

    ResponderEliminar
  13. r: pensados cada um para cada personalidade e pessoa nada foi comprado sem planear

    ResponderEliminar
  14. r: quando não sei o que comprar , não compro nada , porque quer dizer que nada do que possa comprar vai ser valorizado porque eu não lhe dei valor em primeiro lugar , e não é totalmente o gosto da pessoa em questão não compro porque fica bem oferecer , sou capaz de não comprar nada no momento mas mais tarde compro porque acho mais correcto faze-lo dessa forma .

    ResponderEliminar
  15. Dói muito, muito mesmo. É quase insuportável mas se suporta-mos a sua morte, suporta-mos o resto, não é? Dizem que quando a vida começa a tornar-se difícil, temos que nos tornar mais fortes. Então, é isso mesmo que temos de fazer. Digo o mesmo de ti :)

    ResponderEliminar
  16. Passei pelo mesmo há um ano e dez meses mas no meu caso, foi o meu avô e como estava todos os dias com ele, matou parte de mim. Não tens nada que agradecer, qualquer coisa, estou por aqui * But, keep your head up fofinha :)

    ResponderEliminar
  17. Ás vezes esqueço-me que ele morreu e falo nele como se ainda cá estivesse, outras morro de saudades. É mesmo doloroso mas somos fortes :) obrigada doce*

    ResponderEliminar
  18. E essa carta está muito bonita.

    ResponderEliminar
  19. tu és forte, vais conseguir! sei que não posso fazer muito, mas estou aqui*
    vou andando princesa, com montes de stress e de trabalho, mas felizmente ta tudo bem (:
    beijinho gigantee <3

    ResponderEliminar
  20. a seguir o facebook e o blog!
    muita força! Quarta- dia que entrarei de férias passarei por aqui para ler mais publicações tuas! fiquei curiosa...

    ResponderEliminar
  21. r: é mesmo :) muito obrigada querida*
    essa carta está linda mesmo! adorei e tenho a certeza q a tua avó está orgulhosa de ti* beijinho (sigo)

    ResponderEliminar
  22. Estarei sempre aqui princesa, aconteça o que acontecer : )

    ResponderEliminar
  23. Olá querida, não sei se já te apercebeste mas o Google eliminou o GFC e eu estou a tentar entrar em contacto com toda a gente que eu seguia e que me seguia de volta a pedir para se possivel seguir-mo-nos no Bloglovin' para não perdermos contacto, assim que me seguires eu sigo logo de volta. Obrigado e Beijinhos, Ana.
    http://www.bloglovin.com/blog/8529505/city-girl

    ResponderEliminar
  24. És uma querida, mesmo :) Eu nunca hei-de habituar-me mas vamos suportando, não é? Digo exatamente o mesmo, sempre por aqui *

    ResponderEliminar
  25. É isso mesmo, somos fortes doce e ultrapassámos isto e o que vier mais. E tu, conta sempre comigo!

    ResponderEliminar
  26. é msm,
    Muita força querida *
    sigo o teu blog, gostava que seguisses o meu também :$

    ResponderEliminar
  27. Obrigada, e força para ti também <3

    ResponderEliminar
  28. Eu sei que ás vezes parece que tudo de bom, se foi mas nesses momentos, há um luzinha que se acende. E pode até ser fraca e muito pequenina mas é esperança. Nunca desistas, sim? Sorri sempre <3

    ResponderEliminar
  29. ow :) de nada querida! e muito obrigada :3

    ResponderEliminar
  30. Isso mesmo, pensa sempre em quem te quer bem e luta por ti. És uma querida, sem dúvida. Eu sorrio e vou sendo feliz.

    ResponderEliminar
  31. Então, continua a fazê-lo. Só não percas o teu brilho natural porque aquilo que és, define tudo na tua vida. E sabes retribuir tão bem. De uma forma ou de outra, arranjo sempre maneira de ficar bem :)

    ResponderEliminar
  32. Tudo o que te tenho dito, é do coração. Mereces. E eu espero ser muito feliz e que tu o sejas também.

    ResponderEliminar
  33. Não tenhas dúvida alguma disso, minha linda.

    ResponderEliminar

Voltar ao Topo da página
Powered By Blogger | Design by Patrícia Caetano